8 dicas do que não fazer na Black Friday

20 de novembro de 2018
20 de novembro de 2018 n2nvirtual

8 dicas do que não fazer na Black Friday

Esse ano a black friday será realizado no dia 23 de novembro. Esse é um evento muito esperado pelos consumidores, que desejam avidamente aproveitar as promoções. Tradicionalmente esta é uma data que inaugura a temporada de compras natalinas, e ocorre um dia após o dia de Ação de graças nos Estados Unidos, ou seja, celebra-se no dia seguinte à quarta quinta feira do mês de novembro.

Esta festividade foi inicialmente criada nos Estados Unidos e foi se expandindo para o restante do mundo através da tecnologia e globalização. Como complemento ao evento existe também a cyber monday, que é um dia dedicado às compras pela internet e que se celebra na segunda feira depois da ação de graças. (Wikipédia)
Para que os gestores de marketplace se preparem para esses dias, criei uma lista com algumas ações que NÃO devem ser realizadas pelos shoppings virtuais:

 

 

 

 

 

1 – não infle seus preços 
No Brasil já se tornou um mau hábito de algumas empresas aumentarem o preço dos produtos algumas semanas antes para depois abaixarem no black friday com intuito de dizer que estão oferecendo desconto. Mas já existem aplicativos e outros recursos que mostram ao consumidor o preço que o produto estava sendo vendido anteriormente é isso desmascara essa técnica, que eu considero bem anti ética. Muitos consumidores inclusive já apelidaram no Brasil o evento de black fraude devido a essa prática. Então não use nunca esse recurso no seu marketplace.

 

 

2- não perca sua margem de lucro 
Toda promoção para ser realizada precisa ser bem calculada. Não adianta você criar promoções para vender mais e perder sua faixa de lucro. Tem empresa que vende até por valor menor do que o custo de compra, e isso pode te levar à falência. Por isso, vale a pena sentar, verificar o custo de compra, entrega, armazenamento, marketing e etc, colocar tudo na ponta do lápis antes de realizar a precificação que você pode atingir no seu marketplace.

3- não deixe o planejamento para última hora
Para conseguir fazer seu dever de casa direitinho não adianta deixar tudo para última hora. É importante deixar um tempo para planejamento de forma a ter uma execução impecável e evitar dor de cabeça. Se você atua com diversas equipes, comece a dividir as tarefas com antecedência, verifique o prazo que cada um precisa, case os entregáveis de uma equipe para outra para que o trabalho flua com sucesso.
Um ponto chave de sucesso para o marketplace na blackfriday é manter uma boa parceria com os sellers (vendedores). Cada um deles precisa também entrar no clima e criar promoções únicas para o período.

4- não fique quieto
Não adianta ter todo o trabalho de planejar e executar promoções do black friday no seu marketplace se você não anunciar o que está fazendo. Tem uma frase interessante que diz “se até a galinha cacareja quando bota ovo, o empreendedor tem que cacarejar também”. Deixe seu público alvo conhecer suas promoções e as ações que está fazendo. Sente com sua equipe de marketing e já estruture todas as ações de anúncios que vai usar. Redes sociais, google Ads e e-mail marketing boas sugestões. Lembre-se também de validar se o ROI do investimento será válido.

5- não ultrapasse sua capacidade
Lembre-se sempre que você tem uma capacidade de venda no seu marketplace. Verifique se os recursos tecnológicos estão de acordo com o que você planejou. Na N2N virtual atuamos com Cloud exatamente para conseguir ampliar recursos tecnológicos sempre que necessário a fim de aguentar o aumento de acesso nos marketplaces dos clientes.
Outros itens que devem ser verificados é se você é os sellers tem os produtos em estoque, se o prazo de entrega configurado poderá ser cumprido, se a sua equipe de SAC conseguirá atender os clientes a tempo de não perder as vendas e criar um plantão 24h para atendimento quando necessário.

6 – não crie metas não atingíveis 
Lembre-se que o objetivo do black friday é aumentar as vendas, e por isso é necessário criar metas de vendas atingíveis. Pense em qual lucro deseja obter, número ou volume de produtos a serem vendidos, novos clientes a serem atraídos, ticket médio, retorno de clientes… Mas crie sempre metas que você possa atingir de acordo com o investimento que está disposto a investir.

7- não tente competir em preço com os grandes 
Os grandes marketplaces conseguem sempre preços melhores com fornecedores devido ao grande número de compras que realizam. Lembre-se que você não conseguirá competir pelo preço, então estabeleça outras estratégias de competição. Produtos exclusivos, serviço diferenciado, atendimento personalizado, entre outros, são ótimas técnicas para conseguir se destacar.

8 – não coloque tudo em promoção 
Defina no seu marketplace os produtos que mais valem a pena colocar em promoção. Pense na concorrência e no que você pode oferecer melhor. Pense também na sua estratégia de giro. Produtos que normalmente já vendem muito provavelmente não terão muita diferenciação no black friday, mas produtos parados no estoque ou que estão para sair de linha podem ser uma excelente alternativa para ampliar as vendas.

Espero que essas dicas te ajudem a vender mais no seu marketplace. E se você deseja experimentar gratuitamente nossa plataforma fale com um consultor ou crie um trial.
Aproveite para aprender mais sobre gestão de marketplace com nossos curso no N2NSchool.

Erica Castilho, Dra Marketplace.

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *